POLÍTICA

Arcoverde: vereadores põe fim a obrigatoriedade de loteiros serem cooperados

Pelo projeto aprovado, fica suprimido da Lei Nº 2.266 o Artigo 4º que dizia que “Para o fornecimento do Termo de Permissão, a Arcotrans, juntamente com a Copertrans - Cooperativa de Transporte Alternativo, Turismo e Cargas do Agreste de Pernambuco, efetuará o cadastramento dos veículos em operação e dos respectivos condutores...”

Por unanimidade, a Câmara de Vereadores de Arcoverde aprovou na noite desta segunda-feira (25), projeto de lei de autoria da própria casa legislativa que põe fim a obrigatoriedade dos proprietários de lotações que atuam no Receptivo de Lotações e Passageiros do município estarem associados a uma entidade específica, no caso a Copertrans (Cooperativa de Transporte Alternativo, Turismo e Cargas do Agreste de Pernambuco).

Pelo projeto aprovado, fica suprimido da Lei Nº 2.266 o Artigo 4º que dizia que “Para o fornecimento do Termo de Permissão, a Arcotrans, juntamente com a Copertrans – Cooperativa de Transporte Alternativo, Turismo e Cargas do Agreste de Pernambuco, efetuará o cadastramento dos veículos em operação e dos respectivos condutores…”

Com a supressão do artigo, os loteiros agora precisam apenas se cadastrarem junto ao órgão oficial de controle e ordenamento do trânsito da cidade, a Arcotrans.

Nas justificativas de votos, a presidente da casa, vereadora Célia Galindo (PSB) disse que esse seria o dia da libertação dos loteiros que por anos se viram obrigados a pagar taxas a uma cooperativa que de nada lhes servia. O vereador Everaldo Lira (MDB) parabenizou a casa que votou o projeto. Heriberto do Sacolão (Pode) disse que sem eles (loteiros) o comércio não gira. Já o verador João taxista falou que era para ter ocorrido a mais tempo. Cleriane Medeiros ressaltou que é uma conquista de pais e mães de famílias que lutam nessas estradas e trazem desenvolvimento para Arcoverde. A vereadora Zirleide Monteiro (PTB) disse “sair feliz porque se fez justiça com os loteiros, que são eles que fazem a cidade crescer graças ao trabalho de levar e trazer pessoas para o comércio, o polo médico, estudantes. Temos que agradecer a vocês. Hoje foi feito justiça”. Já Siqueirinha (PSB) parabenizou a todos e disse que eles estavam sendo ‘libertados’.

Mudança de Rota – Em 2017, por unanimidade, a Câmara de Vereadores de Arcoverde aprovou o Projeto de Lei que alterava a Lei nº 2.266 que regulamenta o funcionamento do Receptivo de Lotações e Passageiros e cadastramento dos motoristas que fazem lotações em Arcoverde, retirado do texto a obrigatoriedade dos loteiros serem associados a cooperativa para poderem operar na cidade de Arcoverde.

Porém, às vésperas da eleições de 2018 que era de âmbito estadual, o projeto acabou sendo vetado pela prefeita, mesmo com toda a bancada tendo votado à favor. Agora, pelos discursos da bancada governista, a prefeita deve sancionar a lei ainda amanhã.

Etiquetas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar